domingo, 15 de julho de 2012

O Sentido da Vida


Não é nenhuma novidade que dinheiro, viagens, status, beleza e outras coisinhas mundanas são sonhos de consumo de muita gente, mas não dão sentido à vida de ninguém. A única coisa que justifica nossa existência são as relações que a gente constrói. Só os afetos é que compensam a gente percorrer uma vida inteira sem saber de onde viemos e para onde vamos.

Diante da pergunta enigmática - por que estamos aqui? - só nos consola uma resposta: para dar e receber abraços, apoio, cumplicidade, para nos reconhecermos um no outro, para repartir nossas angústias, sonhos, delírios. Para amar, resumindo.

Piegas? Depende de como essa história é contada.
Se for através de um filme inteligente, sarcástico, tragicômico como Invasões Bárbaras, o piegas passa à condição de arte. 

O filme é uma espécie de continuação de O Declínio do Império Americano. Naquele, um grupo de amigos se encontrava numa casa à beira de um lago e discutia sobre a vida, morte, sexo, política, filosofia. Em Invasões Bárbaras, estes mesmos amigos, quase 20 anos depois, se reencontram por causa da doença de um deles, que está com os dias contados. Descobrem que muitos dos seus ideais não vingaram, que muita coisa não saiu como o planejado, só o que sobrou mesmo foi a amizade entre eles.

E a gente se pergunta: há algo mais nesta vida pra sobrar?
Quando chegar a nossa hora, o que realmente terá valido a pena?

(...)

Todas as pessoas querem deixar alguns vestígios para a posteridade. Deixar alguma marca. É a velha história do livro, do filho e da árvore, o trio que supostamente nos imortaliza.
Filhos somem no mundo, árvores são cortadas, livros mofam em sebos. A única coisa que nos imortaliza - mesmo - é a memória daqueles que nos amaram.

Martha Medeiros

6 comentários:

Gabrielle de Almeida Ramos disse...

Bom dia Ci. Adorei o texto. Sempre me pergunto por que estou aqui e qual o sentido das coisas acontecerem.

Mas depois de tanto pensar eu paro, porque se não fico piradinha rs.

Bom domingo pra você e que sua segunda-feira seja ótima!

Beijos, Gabi.

Kellen Bittencourt disse...

Valeu a dica amiga, não tinha ouvido falar ainda no filme, e a Martha sempre arrasando!Bjinhossss

Mamãe Nádia disse...

Muito bom esse texto pra gente refletir...eu vivo pensando sobre isso, sobre o sentido da vida, e a minha religião me ajuda a buscar essas respostas. Boa semana! Bjos!

SHEYLA -DMulheres disse...

Lindo post para reflexão, Cici. As vezes, me pego pensando nisso muito.
e quem não pensa, não é??? Não sabia sobre o filme, mas deve ser interessante.Uma linda semana. Estou aqui em SP , curtindo o frio, mas sempre dá saudade das amigas, por isso passei por aqui.
bjos, querida

Anna Carolina Schwarz de Oliveira disse...

Lindo post querida, e Martha Medeiros, como sempre, arrasando!! Acredito que vale a pena sempre pensarmos o porquê estamos aqui!! Bjks e excelente semana

Eu que fiz... ou quase isso disse...

Lindo post Cici, vc sempre traz algumas reflexões..

Bjs

Gélia Carvalho

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...