quarta-feira, 30 de maio de 2012

Petit Gâteau


Olá!
Você já provou um Petit Gâteau?
Em francês significa genericamente "bolinho". É de chocolate, com uma casquinha crocante e um recheio molinho e cremoso... uma delícia!


Ingredientes:
200g de chocolate meio amargo
150g de manteiga
1 xícara (chá) de açúcar
1/2 xícara (chá) de farinha de trigo
3 ovos inteiros
3 gemas

Modo de Preparo:
Derreta a manteiga e o chocolate em banho-maria.
Bata os ovos e as gemas com o açúcar, até ficar bem claro.
Junte o chocolate derretido e a farinha de trigo, misturando com uma espátula.
Unte forminhas (de empadas, cupcakes) com manteiga e chocolate em pó, e coloque a massa - sem preencher toda a forma.
Pré-aqueça o forno a 200ºC e leve para assar por 5 a 10 minutos, até os bolinhos crescerem, mas ficarem com o meio molinho. Assim, quando cortamos sai aquela calda quente de chocolate.

Dicas:
- Deve desenformar quente, diretamente no prato.
- Deve ser consumido logo, porque depois o recheio endurece (mas fica bom do mesmo jeito! rs).
- Fica maravilhoso acompanhado com sorvete de creme.
- Nunca congelei (não dá tempo... kkkkk), mas dizem que se pode congelar o petit gâteau cru, direto nas forminhas. E quando quiser, basta descongelar totalmente, e deixar o mesmo tempo indicado na receita.
- Em microondas, pode ser assado por - em média - 20 a 25 segundos. Nunca fiz também, mas...


Curtiu? Não curtiu? Whatever? rs
Aqui em casa, maridón e enteada super aprovaram.

ENJOY IT !

Doces beijos!

terça-feira, 29 de maio de 2012

Clubinho da Costura: Projeto #10 - Necessaire Criativa


Eu já disse o quanto eu amo o Clubinho da Costura?
É um espaço super democrático e criativo, onde só tem pessoas lindas e cheias de vontade de aprender (e ensinar) também. 
O desafio da vez é uma necessaire criativa, e claro que estou dentro!

Na verdade, necessaire foi a primeira costurice que eu aprendi na minha vida. Já fui encarando o zíper, sem muita dor e nem sofrimento... mas sempre é um grande desafio... hahaha!

Animada, cheguei a fazer algumas... tanto para presentear as amigas, como para encomendas. Masssss... não poderia deixar de costurar uma especialmente para este projeto!

 
 
 
 
 
 

Bem, o PAP está aqui.

Abaixo, alguns modelinhos que eu fiz tempos atrás:

 
 

 






Que delícia costurar!!!!!!
Hey... participe você também! A galeria será aberta no dia 05 de junho, ok?!

 "*°•♥•°*"˜¯`´¯˜"*°•♥•°*"˜¯`´¯˜"*°•♥•°*"

Falando no Clubinho, ontem recebi o presente que ganhei naquele desafio de Páscoa. Veja, aqui.
Amei, amei, amei!!

Obrigadaaaaa!
Doces beijos!


segunda-feira, 28 de maio de 2012

domingo, 27 de maio de 2012

100 Coisas



É febre. Livros listando as cem coisas que você deve fazer antes de morrer, os cem lugares que você deve conhecer antes de morrer, os cem pratos que você deve provar antes de morrer. Primeiramente, me espanta o fato de todos terem certeza absoluta de que você vai morrer. Eu prefiro encarar a morte como uma hipótese. Mas, no caso de acontecer, serei obrigada mesmo a cumprir todas estas metas antes? Não dá pra fechar por cinqüenta em vez de cem?

Outro dia estava assistindo a um DVD promocional do Discovery Channel que também mostra, com imagens e depoimentos, as cem coisas que a gente precisa porque precisa fazer antes de morrer. Me deu uma angústia, pois das cem, eu fiz apenas onze até agora. Falta muito ainda.

Falta dirigir uma Ferrari, fazer um safári, freqüentar uma praia de nudismo, comer algo exótico (um baiacu venenoso, por exemplo), visitar um vulcão ativo, correr uma maratona, perder uma fortuna nos cassinos de Las Vegas, fotografar a aurora boreal no Alasca, assistir a um desfile do Armani em Milão, atravessar a Rota 66 numa Harley Davidson, nadar com golfinhos, andar de camelo, escalar uma montanha e outras coisas que eu estou contando os minutos para fazer, só não sei se vai dar tempo.

Se dependesse apenas da minha vontade, eu já teria um plano de ação esquematizado, mas quem fica com as crianças? Conseguirei cinco férias por ano? E quem patrocina essa brincadeira?

Hoje é dia de mais um sorteio da Mega-Sena. O prêmio está acumulado em cinqüenta milhões de reais. A maioria das pessoas, quando perguntadas sobre o que fariam com a bolada, responde: pagar as dívidas, comprar um apartamento, um carro, uma casa na serra, outra na praia, garantir a segurança dos filhos e guardar o resto para a velhice. Normal. São desejos universais.

Mas fica aqui o convite para sonhar com mais criatividade. Arranje uma dessas listas de cem coisas para fazer antes de morrer e divirta-se com as opções. Dá para fazer quase tudo com muito dinheiro, e algo me diz que hoje é seu dia de sorte. Embolse a grana, doe uma parte para quem necessita e depois vá assistir à final de Wimbledon, surfar na Indonésia, ver Baryshnikov dançar, a Julianne Moore atuar na Broadway, alugue um balão e sobrevoe um deserto, visite uma aldeia indígena, passe o aniversário ao lado de um amigo que mora longe. Não pense tanto em comprar, mas em viver.

Eu, que não apostei na Mega-Sena, por enquanto sigo com minha lista de cem coisas a evitar antes de morrer. É divertido também, e bem mais fácil de realizar, nem precisa de dinheiro.


Martha Medeiros

sábado, 26 de maio de 2012

Água e Envelhecimento


Sempre que dou aula de Clínica Médica a estudantes do quarto ano de Medicina, lanço a pergunta: 


"Quais as causas que mais fazem o vovô ou a vovó terem confusão mental?" 

Alguns arriscam: "Tumor na cabeça". Eu digo: "Não". Outros apostam: "Mal de Alzheimer". Respondo, novamente: "Não". 

A cada negativa a turma espanta-se. 
E fica ainda mais boquiaberta quando enumero os três responsáveis mais comuns: 
- diabetes descontrolado; 
- infecção urinária; 
- a família passou um dia inteiro no shopping, enquanto os idosos ficaram em casa.


Parece brincadeira, mas não é. 
Constantemente vovô e vovó, sem sentir sede, deixam de tomar líquidos. Quando falta gente em casa para lembrá-los, desidratam-se com rapidez. 

A desidratação tende a ser grave e afeta todo o organismo. Pode causar confusão mental abrupta, queda de pressão arterial, aumento dos batimentos cardíacos ("batedeira"), angina (dor no peito), coma, e até morte.

Insisto: não é brincadeira. 
Ao nascermos, 90% do nosso corpo é constituído de água. 
Na adolescência, isso cai para 70%. 
Na fase adulta, para 60%. 
Na terceira idade, que começa aos 60 anos, temos pouco mais de 50% de água.

Isso faz parte do processo natural de envelhecimento. Portanto, de saída, os idosos têm menor reserva hídrica. Mas há outro complicador: mesmo desidratados, eles não sentem vontade de tomar água, pois os seus mecanismos de equilíbrio interno não funcionam muito bem.

Explico: nós temos sensores de água em várias partes do organismo. São eles que verificam a adequação do nível. Quando ele cai, aciona-se automaticamente um "alarme". Pouca água significa menor quantidade de sangue, de oxigênio e de sais minerais em nossas artérias e veias. Por isso, o corpo "pede" água. A informação é passada ao cérebro, a gente sente sede e sai em busca de líquidos.

Nos idosos, porém, esses mecanismos são menos eficientes. A detecção de falta de água corporal e a percepção da sede ficam prejudicadas. Alguns, ainda, devido a certas doenças, como a dolorosa artrose, evitam movimentar-se até para ir tomar água. 

Conclusão: idosos desidratam-se facilmente não apenas porque possuem reserva hídrica menor, mas também porque percebem menos a falta de água em seu corpo. Além disso, para a desidratação ser grave, eles não precisam de grandes perdas, como diarreias, vômitos ou exposição intensa ao sol. 

Basta o dia estar quente - e o verão já vem aí - ou a umidade do ar baixar muito - como tem sido comum nos últimos meses. Nessas situações, perde-se mais água pela respiração e pelo suor. Se não houver reposição adequada, é desidratação na certa. Mesmo que o idoso seja saudável, fica prejudicado o desempenho das reações químicas e funções de todo o seu organismo.

Por isso, aqui vão dois alertas. 
O primeiro é para vovós e vovôs: tornem voluntário o hábito de beber líquidos. Bebam toda vez que houver uma oportunidade. Por líquido entenda-se água, sucos, chás, água-de-coco, leite. Sopa, gelatina e frutas ricas em água, como melão, melancia, abacaxi, laranja e tangerina, também funcionam. O importante é, a cada duas horas, botar algum líquido para dentro. Lembrem-se disso!

Meu segundo alerta é para os familiares: ofereçam constantemente líquidos aos idosos. 
Lembrem-lhes de que isso é vital. Ao mesmo tempo, fiquem atentos. Ao perceberem que estão rejeitando líquidos e, de um dia para o outro, ficam confusos, irritadiços, fora do ar, atenção. É quase certo que esses sintomas sejam decorrentes de desidratação. Líquido neles e rápido para um serviço médico.

Arnaldo Lichtenstein
Médico, clínico-geral do Hospital das Clínicas e professor colaborador do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP).


sexta-feira, 25 de maio de 2012

Pequenas Felicidades #15


Uaaauuuu...
Já é a 15.ª semana compartilhando as minhas grandes 'pequenas felicidades' por aqui... e adoroooo!
Adoro, porque FELICIDADE vicia também... que delícia!

Começando com a 'gordice' da semana: 
ENCONTREI O BOLO FORMIGUEIROOOOOO!!
\o/


 
Relembre os outros sabores...
- coco e chocolate, aqui 
- laranja, aqui.
Muita gente me pergunta se esses bolos são bons mesmo. Sinceramente, eu gosto, mas é claro que não substituem aquele bolinho 100% caseiro. Mas são ótimos para aquela lombriga fominha de última hora, pois ficam prontos em pouco mais de 1 minuto!

Friozinho... parti pra uma maratona "sessão da tarde": Piratas do Caribe.
P.S.: #IloveJohnnyDepp ♥

Pra acompanhar, pipoca com manteiga. Hmmmm!

Mas, olha o momento #asaudeagradece de novo aí, gente!! rs
Suco de couve com cenoura
Teve também de maçã com laranja
Diliçaaaaaa!

Fim de mês... e ter todas as contas, faturas, e boletos pagos é muita felicidade!

Lavei alguns tecidos... 
No que se tornarão?? #mistério

Improvisei uns vasinhos a partir de garrafas (de azeite e de mel) de vidro.

Tô terminando de decorar o meu atelier, aqui em casa.
'Devagar e sempre'... percebi que este é o lema... kkkkkkkk!
(fotos num outro post... aguarde!)

Esmalte da vez... amei !

Assisti Os Vingadores - 3D - com maridón.
SEN-SA-CIO-NAL !!!
P.S.: HULK esmaga!!!
#IloveMarkRuffalo ♥

Depois, forrar o estômago no Picanha de Ouro. Hmmm!

E hoje, 25 de maio, é o Dia da Costureira.
Parabéns a todas que fazem maravilhas com as linhas e tecidos!!


Um ótimo final de semana pra você!!
Veja outras blogagens felizes em Botõezinhos, da Rita Corrêa.

Doces beijos!




quinta-feira, 24 de maio de 2012

Atelier C de Cici - parte I


Era uma vez uma salinha. 
Pequena, mas bem iluminada e aconchegante. Tinha uma TV antiga, um rack, váááários DVDs, um sofá-cama, um computador, e outras coisinhas mais.

Por 3 anos foi um cantinho bem especial, até que a TV entrou em crise... hahaha! Quem me conhece sabe que dificilmente assisto aos programas de TV aberta (não tenho TV paga), mas sou viciada em filmes e seriados... tenho uma porção de DVDs.

E, com a TV querendo ligar só na hora em que ela queria, acabava assistindo aos meus programas pelo computador mesmo. Aí, a salinha acabou ficando meio abandonada... coitadinha!

Entre mandar a pobre da TV pro conserto e comprar uma nova, prevaleceu a falta de dinheiro... kkkkkkkkk! E assim, passaram dias, meses.
Finalmente, decidimos comprar uma nova TV, mas a deixamos no nosso quarto. Conclusão: a salinha continuou "vazia". (obs.: "vazia" de gente, porque de bagunça... tava bem cheia... rs!)

O tempo passou, e depois que eu comecei a costurar, é claro que também senti falta de um canto para as minhas costurices, para meus tecidos, linhas, etc. Não dava pra levar tudo que eu precisava pra cozinha da minha sogra, e depois recolher tudinho de volta. Aí, adivinha no que a salinha iria se transformar? Simmm... num cantinho pra chamar de MEU... o meu atelier!! *-*

Só tinha mais outro detalhe: esperar pela reforma do cafofo na praia, pra poder levar o sofá-cama, o rack, e a TV (já consertada). E, desta forma, abrir um espaço pra eu ajeitar o atelier.
Essa espera levou uns 3 meses, mais ou menos... mas pra mim, foi como se tivesse sido uns 3 anos. Ansiedade mode ON ever! rs

Aí pronto... o 'ninho de ratos' estava formado. Cheia de caixas e sacolas, um amontoado de coisas. Coisas que eu levaria pro cafofo da praia, e coisas que ficariam no meu cantinho da costura.

Fala sério!! O.o

Aqui, já sem os mobiliários maiores, após a mudança 

Aff... hora de começar a pintar... #oremos

Cor das paredes:
Decidi não mudar (ainda) radicalmente. Ensaiei um chocoberry, um pistache e até um verde água escuro, mas... a neutralidade prevaleceu: de cor palha, para areia.
Mas já prometo ousar da próxima vez! rs

Rack em marfim:
Já foi meu, dei para a minha enteada. Depois de anos de uso, para o computador, ela não o quis mais. Peguei de volta, para apoiar a minha máquina de costura.
Estava velho, riscado, e aí pintei de branco. Troquei os puxadores também, que estavam quebrados. Agora, uso para organizar parte dos materiais de costura, e a parte de cima, para passar os tecidos com ferro.

Mesa:
Todo cantinho para as artes pede uma boa mesa, né?! Pois eu não tinha, e toda vez ia para a cozinha. Tsc, tsc...
Então, mandei fazer uma mesa em "L", sob medida, para aproveitar bem cada canto. Uma parte vai para as costurinhas, e outra parte uso só para os chocolates (ou não!! rs)
 
Não pintei. Colei papel contact no tampo

Prateleiras:
Reaproveitei as sobras das madeiras da mesa (acima). Prateleiras nunca são demais!
Pendurá-las na parede foi outra novela... hahaha!! Muito ruim depender de uma alma caridosa, que empreste a furadeira. Demorou, mas consegui também.

Bem, a parte estrutural está totalmente finalizada. Amei!
Já a parte decorativa estou organizando aos poucos... também porque sempre se muda algo aqui e ali, mas num próximo post falarei a respeito.
Espero que você tenha curtido também!

Doces beijos!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...